post-image

“Só podemos ficar assombrados perante o duro labor empreendido pelo homem face à imensidão da paisagem (…)”. Christine Dussaud


E assim começou a 2ª edição de “O Mundo do Vinho”! 8 de Outubro foi dia de inauguração da exposição de fotografia. Georges Dussaud revela-nos o seu Douro, numa mostra com 16 imagens: rostos e gentes que trabalham uma terra dura e difícil. Fotografias poderosas e intensas para serem vistas até 10 de Novembro, no Museu Nacional Machado de Castro (excepto de 22 a 26 de Outubro). Na mesma sala, em exibição permanente, o interessante filme documentário “O Ciclo da Vinha”, de Vítor Bilhete. Um “zoom” à paisagem, mostrando perto como ela é trabalhada ao longo do ano, ano após ano. Desde a preparação do terreno, o plantio dos bacelos, a enxertia, os tratamentos contra as doenças, a condução das videiras, a vindima, tudo obedece às estações do ano. Os métodos e os meios são diversos, mas a motivação é a mesma: garantir a mais alta qualidade das uvas que em Setembro serão enviadas para o lagar, fechando o ciclo da vinha.

Na companhia de “A Camponeza”, foi-nos servido um belo vinho duriense de nome… “Alegria”. A escolha não podia ser mais certeira para celebrar o momento.

Exposição e filme merecem a nossa visita!

Fotos de Marisa Martins

Regressar